quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Dobradinha no "Saco Mucho'' Sexta-feira 2/OUT


   Prezados Veteranos, “Sacomuchianos” e amigos, depois de um longo recesso, por motivos de viagens, chegou o momento tão aguardado, vamos voltar aos tradicionais ENCONTROS DE FINAIS DE SEMANAS, e, pra começar, Depois de cumprir com nossas obrigações junto a Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais - AVCFN, votando na Eleição para a Diretoria Administrativa (click AQUI e veja as instruções) vamos reiniciar com a famosa DOBRADINHA a moda Manoel ‘Rapadura’, na próxima sexta-feira 2 de outubro na nova Sede (emprestada - VERZUL) do “Saco Mucho”, regada com boas Cachaças Artesanais, que trouxemos dos Alambiques das Serras Gaúchas e muitas cervejas geladas, além daqueles tradicionais dedinhos de boas prosas peculiar da Família Naval e “Sacomuchiana”.
(POR ADESÃO, R$ 30,00 por pessoa, bebidas inclusas)
   Muitas estórias pra contar  sobre nossas proezas da viagem ao Sul do país, do Rio de Janeiro a Barra do Chuí, extremo Sul do Brasil.
   Confirme sua presença, para garantir seu municiamento, através dos Telefones: 21-981647874 - TIM Lucena e 21-992063034 – CLARO Manoel ‘Rapadura’.
   Aguardamos seu contato.
   ADSUMUS!

Dia do Capelão Naval - 30/SETEMBRO

   
   No dia 30 de setembro de 1905, nascia o Pe. Redomark Fernandes de Sousa, monge benedetino, que assumiu o nome religioso de Dom Carlos OSB.
   Ingressou no Serviço de Assistência Religiosa da Marinha e exerceu o seu ministério Sacerdotal sempre embarcado na Escola Naval, onde deixou muitos exemplos de dedicação, empenho e entrega total ao serviço dos que lhes foram confiados.
   Alguns anos após sua morte, por meio de Portaria Ministerial, o então Ministro da Marinha, Henrique Sabóia, o constituiu Patrono do Quadro de Capelães Navais, fixando a data comemorativa, em lembrança de seus grandes feitos, o dia de sua morte, 30 de setembro.

Eleição para DAdm da AVCFN - 2/OUTUBRO


   Prezados Veteranos,
   Só para lembrar, na próxima sexta-feira, 2/OUT, é o dia da Eleição para a Diretoria Administrativa da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais – AVCFN, na Sede Nacional, situada na Ilha das Cobras/RJ, frente ao HCM. Sua presença é muito importante nesse momento democrático que passa nossa estimada Associação. Compareça e exerça o seu direto de Associado, escolhendo a CHAPA que julgar prosseguir administrando o destino dessa respeitada Associação, da melhor maneira possível.
   Veja abaixo as orientações do Presidente da Comissão de Eleição, V-Alte (FN-Refo) Moacyr Monteiro Batista.
Por Lucio Lucena
Diretor de Comunicação da AVCFN, Editor do Blog.


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Visita a Alambiques das Serras Gaúchas

Acachaçaria no Mercado de Porto Alegre   
   Depois de visitar Camaquã, Rio Grande, Barra do Chuí (extreme Sul do Brasil) e participar das comemorações da semana Farroupilha em Uruguaiana, fazendo parte da comitiva da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais – AVCFN, partimos (Veteranos, Lucena, Manoel e Dagoberto) para Porto Alegre, onde marcamos encontro com o Mestre Manoel Agostinho Lima Novo, que nos levaria a conhecer os Alambiques das Serras Gaúchas.
   No­­­­­­­ssa grata tarefa de degustar cachaças, começou na segunda-feira, quando tivemos uma prévia na Cachaçaria do Mercado em Porto Alegre.
   Na terça-feira, já com o fígado renovado, partimos para subir a serra, nossa primeira parada foi em Ivoti. Lá fomos recebidos pelo Evandro Weber, produtor da deliciosa Weber Haus, passeamos pela destilaria, conhecemos todo o processo de produção de cachaças com ampla explanação, depois degustamos todas as modalidades de produtos da casa.
A viagem estava só começando, próxima parada? A bucólica cidade de Harmonia, e lá nos esperava com um fantástico almoço, nada mais nada menos que uma costela bovina no bafo, regada à deliciosa Cachaça Harmonie Schnaps, servida com carinho pelo casal Fabiane e Leandro Augusto, produtores.
   Haja fígado, a viagem continuou, chegamos a Bento Gonçalves no Vale dos Vinhedos, fizemos uma breve parada na Miolo, onde compramos alguns vinhos, afinal, não vivemos só de cachaças, e, em seguida, à Casa Bucco, no Vale do Rio das Antas. O produtor Moacir Menegotto, que também produz a além da Casa Bucco, a Velho Ernesto, abriu sua cachaçaria e pousada, mostrou o processo de produção contou como cresceu no mercado e convidou-nos a provar algumas (mais de 10) caipirinhas elaboradas com suas cachaças, isto enquanto se preparava uma picanha na chapa. Todos já jantados, buscamos os aposentos para descansar! Descansar que nada, já no segundo andar da pousada, nem havíamos posto o pijama, o Anfitrião abriu uma Casa Bucco 6 anos em carvalho, como não gostamos de guardar garrafa com liquido a esvaziamos. Dor de cabeça? Que nada no day after estávamos todos sem complicações e sem ressaca, prova de que cachaça de qualidade não faz mal.
   No dia seguinte seguimos viagem, 24 km depois estava a pequeníssima cidade gaúcha de Santa Tereza, é lá que fica a produção da Velho Alambique e da Locomotiva, duas preciosidades de qualidades produzida pelos sócios Ivandro Remus e Michel Bettinelli. Lá, encerramos nossas visitas aos alambiques e partimos para Florianópolis.
   Show de bola, passeio inesquecível e conhecimentos ampliados. 
 Fotos por ordem de visita
Com o produtor da Weber Haus, Evandro (centro da foto)
Com o produtor da Harmonie Schnaps, Leandro (direita da foto)
O produtor da Casa Bucco e Velho Ernesto, Moacir Menegotto (direita da foto)
Produtor da Velho Alambique e da Locomotiva Ivandro Remus (camisa preta)


Decreto da Carteira de Identidade Militar - Veja

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos
Dispõe sobre a carteira de identidade de militar das Forças Armadas, o documento de identificação de seus dependentes e pensionistas e o documento de identificação dos integrantes da Marinha Mercante.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, caput, inciso IV e inciso VI, alínea “a”, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 67 da Lei no 3.089, de 8 de janeiro de 1916, e no Decreto no 3.985, de 31 de dezembro de 1919,
DECRETA:
Art. 1o  Este Decreto tem por objeto:
I - a regulamentação da carteira de identidade de militar das Forças Armadas;
II - o documento de identificação de dependente e de pensionista de militar das Forças Armadas; e
III - o documento de identificação dos integrantes da Marinha Mercante brasileira.
Art. 2o  A carteira de identidade de militar das Forças Armadas é documento de identidade válido para todos os fins legais de identificação pessoal e funcional, com fé pública e validade em todo o território nacional.
Art. 3o  A carteira de identidade de militar das Forças Armadas será expedida pelo Comando da Força Singular ao qual se vincula o Militar.
Art. 4o  A carteira de identidade de militar das Forças Armadas será expedida para os militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, ativos, inativos integrantes da reserva remunerada ou reformados.
§ 1o  Os oficiais temporários e os praças temporários terão a carteira de identidade de militar das Forças Armadas apenas enquanto estiveram na ativa.
§ 2o  Não será fornecida carteira de identidade de militar das Forças Armadas aos marinheiros e soldados durante o serviço militar inicial.
§ 3o  O Ministro de Estado da Defesa poderá estabelecer documento para identificação, no âmbito das Forças Armadas, na hipótese do § 2o.
Art. 5o  Os Comandos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica expedirão documento de identificação para os dependentes e pensionistas dos militares de que trata o art. 4ocaput e § 1o.
Art. 6o  O documento de identificação de que trata o art. 5o tem fé pública em todo o território nacional e é válido como documento de identificação nas relações com a administração pública federal direta, autárquica e fundacional.
Art. 7o  O Comando da Marinha expedirá documento de identificação para os integrantes da Marinha Mercante.
Parágrafo único.  O documento de identificação de que trata o caput comprova a condição de integrante da Marinha Mercante e será disciplinado pelo Comandante da Marinha.
Art. 8o  Os modelos, as características exatas e os critérios de expedição dos documentos de que tratam os art. 2o e art. 5o serão estabelecidos em Portaria do Ministro de Estado da Defesa.
Art. 9o  Os documentos de que tratam os art. 2o e art. 5o deverão atender as exigências da Lei no 9.454, de 7 de abril de 1997.
Art. 10.  Os documentos equivalentes aos previstos neste Decreto já emitidos ou com processo de emissão já iniciado quando da entrada em vigor deste Decreto permanecerão válidos segundo as condições originalmente previstas ou até a substituição por novo documento.
Art.  11.  Este Decreto entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2016.
Art. 12.  Ficam revogados:
Brasília, 18 de setembro de 2015; 194º da Independência e 127º da República.
DILMA ROUSSEFF
José Eduardo Cardozo
Jaques Wagner
José Elito Carvalho Siqueira

Este texto não substitui o publicado no DOU de  21.9.2015

Click AQUI  e veja a nota de BONO da Marinha sobre as novas Identidades.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

CURSO GRATUITO: Proteção Financeira e Direitos do Consumidor Idoso

   Se liga Veterano o curso é GRATUITO! Saiba como se proteger financeiramente e saiba também um pouco mais dos direitos do consumidor Idoso. 
Uma boa oportunidade!

Carteira de Identidade de Militar das FFAA

SERVIÇO DE IDENTIFICAÇÃO DA MARINHA 
   Em 21SET2015, foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto n° 8518, de 18 de setembro de 2015, que dispõe sobre a carteira de identidade de militar das Forças Armadas, o documento de identificação de seus dependentes e pensionistas e o documento de identificação dos integrantes da Marinha Mercante. O decreto entrará em vigor a partir de 01JAN2016. 
   Os Cartões de Identidade emitidos ou por emitir até a entrada em vigor do decreto, permanecerão válidos em todo o território nacional, não havendo a necessidade de substituição dos mesmos. 
   Os modelos, as características e os critérios de expedição dos novos documentos serão estabelecidos por Portaria Normativa do Ministério da Defesa. 
Extrato do BONO Nº 681 DE 28 DE SETEMBRO DE 2015

domingo, 27 de setembro de 2015

Superlua e eclipse total ocorrerão ao mesmo tempo na noite deste domingo

Fenômeno conhecido como 'Superlua' é visto no Rio de Janeiro. O fenômeno ocorre quando a Lua …
Por Por Laurence COUSTAL 
Em seu ponto mais próximo da Terra, a Lua, que estará grande e luminosa, se vestirá de vermelho no final deste domingo em um eclipse total, um fenômeno magnífico que só voltará a acontecer em 2033.
"As condições convergem para que seja um eclipse espetacular", garantiu o astrônomo Pascal Descamps, do Observatório de Paris.
O eclipse total da Lua poderá ser observado durante mais de uma hora, por volta das 23h11 até 0h23 (horário de Brasília), do continente americano até o Oriente Médio.
A Lua não produz luz própria, aproveitando a que recebe do Sol. No domingo, o astro estará alinhado com o Sol e a Terra.
"Teremos um eclipse total porque a sombra da Terra engolirá toda a Lua", explicou à AFP Pascal Descamps. "A circunferência de sombra da Terra mede aproximadamente três vezes o tamanho aparente de nosso satélite", afirmou, podendo absorver a totalidade da Lua.
A Lua vai desaparecer do nosso campo de visão, privada dos raios solares, e reaparecerá pintada de vermelha - por isso, também é conhecida como "lua sangrenta" ou lua de sangue.
O vermelho se deve a um fenômeno luminoso. É pela refração dos raios solares que atravessam a atmosfera , com exceção dos vermelhos. Estes últimos sofrerão outro fenômeno: a atmosfera os desviará e iluminarão a superfície lunar.
"É interessante porque a cor da Lua vai depender do estado da atmosfera terrestre. Se está carregada de partículas, devido, por exemplo, à poluição, os raios vermelhos também serão refratados e não alcançarão a lua", explicou o astrônomo.
"Se o astro é vermelho sangue, poderemos ficar tranquilos sobre o estado atmosférico da Terra. Se é muito escuro, ou quase invisível, é porque é realmente catastrófico".
- Sem perigo -
Como a Lua estará em seu ponto mais próximo do nosso planeta, o que se sabe como o perigeu, ficará maior do que de costume e mais brilhante no céu. "Nos parecerá cerca de 14% maior e 30% mais iluminada", explicou Sam Lindsay, da Real Sociedade Astronômica de Londres.
O fenômeno, conhecido também como superlua, está relacionado à órbita ligeiramente elíptica da Lua: este satélite gira ao redor da Terra, mas ele faz isso em um círculo formando um ovo, que se afasta e está constantemente em nosso planeta.
A última combinação de um eclipse lunar e uma superlua remonta a 1982, segundo a Nasa, e a próxima não ocorrerá antes de 2033. "Toda uma geração nunca viu esse fenômeno", disse Noah Petro, do projeto Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO) da Nasa.
Os eclipses foram durante muito tempo objeto de interpretações religiosas, mitológicas ou simbólicas. "Ao longo da história, muitas culturas consideraram os eclipses como sinais de tristeza e desgraça", lembrou à AFP Noah Petro.
Cristóvão Colombo, que tinha um calendário de eclipses, se aproveitou destas crenças para persuadir os habitantes da Jamaica. Para conseguir mais comida, ameaçou os indígenas dizendo que faria a lua desaparecer durante a noite de 29 de fevereiro de 1504. "Quando os jamaicanos pediram a ele para que a Lua voltasse, pediu mais comida em troca e conseguiu", contou o cientista.
Neste final de semana não há o que temer. Nem mesmo nossos olhos. Os elipses lunares não apresentam risco algum, ao contrário dos solares. "Não é como olhar para o Sol", garantiu Sam Lindsay, da Real Sociedade Astronômica de Londres. "Dá para usar binóculos, telescópios, tudo o que for necessário".

"É um espetáculo para todo o mundo, é gratuito. Basta colocar a cabeça para fora", concluiu Pascal Descamps.

Convite - Dia dos Inativos da Marinha

Se liga Veterano Inativo da Marinha!
Um belo reconhecimento do fruto do seu trabalho em prol da Pátria Amada Brasil.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

CFN - Evento Família em Campo Grande

COMANDO-GERAL DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS
EVENTO DA FAMÍLIA - Participo que no dia 17OUT2015, a partir das 14h, o Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais realizará o “Evento da Família”, no Centro Esportivo Miécimo da Silva – Rua Olinda Ellis, nº 470 – Campo Grande – Rio de Janeiro – RJ. O Evento constitui-se de um “show” completo das nossas Bandas, caracterizando-se por um concerto da Banda Sinfônica, com obras eruditas e clássicos populares; pela apresentação da Banda Marcial, tendo como diferenciais a presença das gaitas de fole e as evoluções com formação de figuras; e o Conjunto Fuzibossa tocando músicas populares e dançantes. Complementando as apresentações, teremos exposição e demonstração de motocicletas militares “Harley-Davidson Road King Police”; apresentação do Pelotão de Ordem Unida Silenciosa; palestras sobre a importância da atividade física e como ingressar na Marinha; estandes com apresentação do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM); jogos e recreação esportiva com atletas de Alto Rendimento do PROLIM; e tendas da saúde, para verificação de pressão arterial e orientações sanitárias.

Haverá transporte circular de ônibus saindo do Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), situado à Av. Brasil, nº 44.878 - Guandu do Sapê - Campo Grande - Rio de Janeiro - RJ, a cada 30 minutos, a partir das 13h30. O evento será gratuito, aberto a todos e sem necessidade de convites, traje esporte, com autorização para o uso de bermuda. Para informações adicionais, contatar o CF (T) LÚCIO, tel: (21) 2126-5027; RETELMA 8113-5027; e “e-mail” comsoc@cgcfn.mar.mil.br.
Fonte: Site da AVCFN www.avcfn.com.br

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Nota de esclarecimento aos leitores

   Gostaria de pedir desculpas aos nobres acompanhantes e visitantes deste popular blog e do site da AVCFN (quadro de avisos), pela ausência de postagens, do dia 10/SET até o presente momento, é que estou em viagem ao Sul do país, no momento em Uruguaiana, onde vim participar das comemorações da semana Farroupilha, junto com uma comitiva da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais – AVCFN, cuja entidade, sou Diretor de Comunicação. Parte da comitiva (Lucena, Manoel e Dagoberto), partiram do Rio de Janeiro no dia 10 de setembro próximo passado e visitaram as cidades de Camaquã, Rio Grande, Chuí, Santana do Livramento, Reviera/Uruguai e Uruguaiana RS, onde nos reintegramos aos demais companheiros da referida comitiva, aproximadamente 130 Veteranos.

   Oportunamente serão divulgadas fotos e detalhes das comemorações.
Foto feita na praia da Barra do Chuí, exatamente no ponto extremo do Sul do Pais. Oportunamente faremos outra no Oiapoque, extremo norte, congregando assim, nossa AVCFN do Oiapoque ao Chuí! 
Esta, foi no Rio Grande, na Sede da Associação dos Militares da Reserva e Civis Aposentados da Marinha - AMIRCAM
 ADSUMUS!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Após polêmica, ministro da Defesa devolverá competências aos militares

Do Blog: Como dizia Raul Seixas, "É você se olhar no espelho e se sentir um grandessíssimo IDIOTA".

   Para tentar reverter o problema criado com os comandantes militares, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, vai assinar um portaria devolvendo ao titulares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica o poder de editar atos relativos a pessoal militar, como transferência para a reserva remunerada de oficiais superiores, intermediários e subalternos, reforma de oficiais da ativa e transferências para o exterior.
Publicação no Diário Oficial da União deixou a presidente Dilma bastante irritada. (AP)
Publicação no Diário Oficial da União deixou a presidente Dilma bastante irritada. (AP)
   Esta já era uma delegação dos comandantes mas, na semana passada, a secretária geral do Ministério da Defesa, Eva Chiavon, pediu à Casa Civil que encaminhasse o decreto 8515, que tirava poder dos comandantes, para que a presidente Dilma Rousseff o assinasse, antes do 7 de setembro.
   A publicação do texto no Diário Oficial da União (DOU) na sexta-feira, 4, causou enorme insatisfação entre os militares e deixou a presidente Dilma bastante irritada. Nesta terça-feira, 8, Dilma pediu a Wagner que corrigisse o erro e a portaria de subdelegação de poderes será assinada por ele.
   O "conserto" do problema atendeu ao anseio dos militares, mas não deixou de lado a desconfiança que tomou conta de todos, principalmente pela forma "inábil" como foi conduzido. Ficou o mal-estar. Publicar um decreto deste teor, tirando poderes da cúpula militar, sem comunicar aos comandantes foi considerável "inaceitável". Nem mesmo o titular da Marinha, almirante Eduardo Bacelar, que assinava o texto junto com Dilma, por estar exercendo interinamente o cargo de ministro da Defesa, já que Wagner estava na China, foi informado que endossaria o texto, como apareceu no DOU. Em momento de grave crise na política e na economia, a presidente e seus auxiliares diretos consideraram "absolutamente desnecessário" criar uma aresta deste tipo com a área militar.
Dilma classificou como 'absolutamente desnecessário' o impasse criado. (AP)
Dilma classificou como 'absolutamente desnecessário' o impasse criado. (AP)
   Este problema se soma a outro que já vem sendo comentado no meio militar: o desconforto que vem causando por causa das inúmeras delegações dadas por Wagner à secretária-geral, que acaba obrigando os comandantes a terem de se reportar a ela para discutir temas de suas áreas, criando uma nova barreira na hierarquia, quando sempre tiveram um canal direto com o ministro da Defesa. Os militares, acostumados com hierarquia, entendem que o relacionamento direto e corriqueiro deles tem de ser com o ministro e não com outros secretários da Pasta, com prerrogativas de tocar o dia a dia do Ministério.
    A presidente foi surpreendida pela reação negativa do decreto, que foi levada a ela como uma coisa burocrática, que já havia sido combinada com os comandantes militares, conforme a secretária-geral da Defesa, Eva Chiavon, informou à Casa Civil. Os ministros da Defesa e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, alegaram desconhecer o texto. Os dois foram procurados pelos comandantes assim que o decreto foi publicado, perguntando o que tinha acontecido e questionando por que não foram, pelo menos, informados. Ouviram que iam apurar o ocorrido. O texto do decreto estava parado há mais de três anos no Planalto. Todo o episódio gerou imenso desconforto no Ministério da Defesa. Mas efeito prático não chegou a haver porque o texto do decreto prevê que ele só entra em vigor em 14 dias.

  Em nota oficial, o ministro da Defesa explicou que "a proposta de decreto foi elaborada por um Grupo de Trabalho (GT) instituído em 2013, com a participação de todas as Forças singulares e unidades do Ministério da Defesa com vistas a compatibilizar a Consolidação da Legislação Militar à legislação de criação pasta que completou 16 anos". Na nota, Jaques Wagner ressaltou que "a publicação do decreto 8.515/15 obedece o processo de consolidação institucional do Ministério da Defesa e não fere o papel constitucional das Forças Armadas". Disse ainda que, conforme consta do novo decreto, o Ministério da Defesa deverá publicar portarias de delegação de competência aos comandantes militares para a publicação de atos no âmbito de cada Força (Marinha, Exército e Aeronáutica)"
* Comento:
    Essa delegação de poderes aos Comandantes Militares, em nada vai mudar, o Decreto continua o mesmo e o Ministro da Defesa Jaques Wagner, continue com os mesmos poderes de fazer o que bem entender, é como se fosse o imediato (Sub-Comandante) de uma Organização Militar - OM (quartel), que tem a delegação de conduzir a rotina, mas, quem na realidade redige e assina as ações finais, é o Comandante da OM. É ou não é? Claro que sim, é só questão de interpretação!
Socorro, Polícia, Fuzileiros Navais...!!!  

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

AVCFN/RJ no desfile cívico-militar em 7/SET/2015

    A Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais (AVCFN) participou mais uma vez do desfile cívico-militar da Independência, no dia 7/SET/2015, na Avenida Presidente Vargas RJ. O desfile foi comandado pelo Presidente do Conselho Deliberativo e Consultivo, VAlte (FN-Refº) Fernando Nascimento.
Após o desfile, houve uma descontraída confraternização na Sede Nacional da Associação, entre os participaram do evento.
Parabéns aos Eternos Fuzileiros Navais, pelo garbo e pela vibração demonstrada na Avenida, deixando assim, mais uma página de gloria em nossa história
Os Veteranos Fuzileiros Navais, mesmo na inatividade, continuam ativos, pois, SOMOS DE ONTEM, DE HOJE E DE SEMPRE…
     Por Lucio Lucena, Diretor de Comunicação da AVCFN, Editor do blog.
      Veja o site: www.avcfn.com.br

Click  AQUI e veja mais fotos do evento.  

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Msg do CM – Corveta Barroso - Resgate de refugiados

Mensagem do Comandante da Marinha
Meus comandados!
Com enorme orgulho assistimos, no fim de semana passado, a competente ação do Comandante e Tripulação da Corveta Barroso no resgate e transporte a salvo para terra de mais de 200 refugiados – homens, mulheres e crianças – que, nas águas do Mediterrâneo, fugiam dos horrores de conflitos fratricidas.
Em nenhum momento houve hesitação por parte de nosso pessoal, aí também incluída a Cadeia de Comando, quanto às medidas tomadas, seja na decisão de, cumprindo a Lei do Mar e os ditames humanitários, fazer a rápida aproximação da cena de ação e recolher os refugiados, seja na faina de embarque propriamente dita, ou ainda na assistência que foi prestada àqueles que de tudo precisavam: cuidados médicos, agasalhos, alimentação, água e conforto.
Ao analisar o ocorrido, constatamos que as ações, que inicialmente pareciam conter uma grande dose de voluntarismo e de improvisação para enfrentar uma circunstância inopinada, caracterizaram, na realidade, padrões de elevado profissionalismo de uma tripulação que ao bem se preparar para a missão de paz que vai desempenhar no Líbano, acabou mostrando-se capaz de superar uma complexa situação de apoio humanitário.
O êxito alcançado foi fruto desse intenso adestramento e, acima de tudo, do elevado espírito marinheiro que deve permear nossas tripulações.
Na Ordem do Dia alusiva ao Sesquicentenário da Batalha Naval do Riachuelo, afirmei que a vitória naquela ocasião não foi apenas fruto do destemor de nossos heróis, mas principalmente conseqüência do esforço de preparação de uma Marinha que, desde seus primórdios, destacou-se por cultivar profundo profissionalismo mesmo em períodos de enormes carências ou inadequações de meios, e que assim continua sendo nos dias de hoje.
Foi esse patrimônio de valor e profissionalismo que por certo inspirou aqueles que na noite do dia 4 de setembro de 2015 escreveram uma bela página da história naval brasileira e nos fizeram renovar a fé nos destinos de nossa querida Marinha. Por algumas horas, estivemos todos nós marinheiros, todos nós brasileiros, embarcados na CV Barroso, torcendo pelo sucesso da faina de resgate.
BZ Corveta Barroso e a todos os que concorreram para o final feliz desse episódio!

Grupo resgatado a bordo da Corveta “Barroso”

sábado, 5 de setembro de 2015

Dezoito irmãos todos germanos

Feliz dia do IRMÃO!
   Quinze dos meus dezoito Irmãos, todos germanos. Três Papai do Céu já levou para sua morada eterna!
   Sou muito grato ao Bom Deus por ter me dado esses irmão maravilhosos que amo muito...! 

Celebrações da Semana da Pátria - AVCFN/SR/PoA

    A Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais Seção Regional de Porto Alegre - AVCFN/SR/PoA, sempre presente nas celebrações da Semana da Pátria, participa da Guarda do Fogo Simbólico, no Monumento do Expedicionário, situado no Parque Farroupilha (também conhecido como Parque da Redenção, devido ao seu antigo nome), na capital gaúcha.
      ADSUMUS!
     Lucio Lucena, Diretor de Comunicação da AVCFN, Editor do blog

      Veja o site: www.avcfn.com.br

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Pai Nosso

Nada melhor para iniciar o Bom Dia!
Lembra o Profeta Gentileza.
(José Datrino)
"Gentileza gera gentileza"
    O profeta Gentileza começou a sua jornada como personagem andarilho. A partir de 1970 percorreu toda a cidade do Rio de Janeiro. Era visto em ruas, praças, nas barcas da travessia entre as cidades do Rio de Janeiro e Niterói, em trens e ônibus, fazendo sua pregação e levando palavras de amor, bondade e respeito pelo próximo e pela natureza a todos que cruzassem seu caminho. Aos que o chamavam de louco, ele respondia: - "Sou maluco para te amar e louco para te salvar"
   Lembro quando desfilava em 7 de setembro, dia da independência, sempre encontrava o Profeta Gentileza passando  em visita as tropas que se concentravam antes do desfile, na Avenida Presidente vargas.
Saiba mais sobre o Profeta Gentileza no WIKIPÉDIA, Click AQUI