domingo, 26 de fevereiro de 2017

CARNAVAL do "Saco Mucho" (Sacoemaca)

CARNAVAL
Sábado de descontração e alegria na companhia da família Sacoemaca (o popular Saco Mucho)
Sombra, Alegria e Água fresca...
 www.sacoemaca.blogspot.com.br

A minha amiga Maysa
fez-me um convite legal
participar da Ciranda
e falar do Carnaval

Esse convite especial
deixou-me muito contente,
pois assim posso falar
para uma porção de gente

O Carnaval é gostoso
Samba, avenida, delírio.
Tudo vale nesta vida
para escapar do martírio

O dia-a-dia puxado
deixa todo mundo louco
Vem o Carnaval amado
para relaxar um pouco

Carnaval é festa pura
alegrias de montão
apesar da conjuntura
alivia o coração!

Carnaval, Festa do Povo
pra alegrar o brasileiro,
o turista velho, e o novo,
pra encantar o mundo inteiro!

Jussára C Godinho – Ju Virginiana

 www.sacoemaca.blogspot.com.br
 

Profissão: Militar. Por que vale a pena!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Nota de Falecimento - Sargento Fuzileiro Naval LACERDA

     Com profunda tristeza, cumpro o doloroso dever de publicar a nota de falecimento do Terceiro Sargento Fuzileiro Naval Infante (3o SG-FN-IF) LACERDA, ocorrido na madrugada desta quinta-feira 23/FEV/2017. Vítima de Infarto.
    O já saudoso Lacerda, era cursado em Comandos Anfíbios (ComAnf). Cumpriu missão no Haiti, fazendo parte do 23º Contingente Brasileiro de Força de paz da ONU (CONTBRAS) de novembro de 2015 a junho de 2016.
     Até momento de fechar esta nota, não tive informação do Evento Fúnebre, que certamente ocorrerá amanhã 24/FEV sexta-feira.
     Ficam aqui registrados os sentimentos de pesar da Associação Esportiva Saco e Maca - AESM (nosso popular “Saco Mucho”), Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais - AVCFN, em meu nome pessoal e de minha família aos familiares e amigos do saudoso Lacerda, que o Bom Deus com sua infinita misericórdia acolha sua alma no Batalhão da Eternidade e conceda conforto aos seus familiares e amigos nessas horas de transição e dor.

Por Lucio Lucena

Marinha do Brasil - Programação dos Concursos 2017


Editais autorizados com Inscrições a serem Abertas
No momento não possuímos novos editais.
Editais autorizados com Inscrições Abertas
Concurso Público de Admissão à Escola Naval (CPAEN) - 2017
Concurso Público de Admissão ao Colégio Naval (CPACN) - 2017
Concurso Público de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM) - 2017
Concursos Públicos em Andamento
Concurso Público para ingresso de Médicos no Corpo de Saúde Marinha (CSM-Md) - 2016
Concurso Público para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças (CPA-CAP) - 2016
Concurso Público para ingresso no Corpo de Engenheiros (CP-CEM) - 2016
Concurso Público para ingresso no Corpo de Saúde (CP-CSM-CD) - 2016
Concurso Público para ingresso no Corpo de Saúde (CP-CSM-S) - 2016
Concurso Público para Ingresso no Quadro Complementar (CP-QC-IM) - 2016
Concurso Público para ingresso no Quadro de Capelães Navais (CP-CapNav) - 2016
Concurso Público para Ingresso no Quadro Técnico do Corpo Auxiliar (CP-T) - 2016
Concurso Público para Ingresso nos Quadros Complementares (QC-CA e FN) - 2016
Curso de Especialização em Enfermagem (C-EENF) - 2016
Programa de Residência Médica (PRM) - 2016


Soldado Fuzileiro Nava


Seja um Soldado Fuzileiro Naval!

O Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil busca jovens brasileiros, do sexo masculino, que tenham entre 18 e 21 anos e o ensino médio completo, para ingressarem no Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais.
As vagas, abertas anualmente, são preenchidas por meio de concurso público realizado a nível nacional.
Os cursos de formação ocorrem no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves, localizado no Rio de Janeiro, e no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília. Durante o curso de formação, os alunos têm acesso a estudo de qualidade, incluindo moradia, alimentação, uniformes e remuneração ao longo das 17 semanas de curso. Se aprovados ao final desse período, são nomeados Soldados Fuzileiros Navais e incorporados à Marinha do Brasil, fazendo jus a todas as prerrogativas da carreira militar.
O jovem que busca o serviço à Pátria por meio do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil deve estar ciente de que ingressará em uma Instituição nacional, que conta com elevada aprovação da sociedade brasileira, e na qual a honestidade, a ética, os princípios morais e a correção de procedimentos predominam.
Se você se identifica com nossos valores e quer fazer parte desta Força, inscreva-se!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Concurso Público de Admissão à Escola Naval

Se liga Jovens, uma boa oportunidade  para ser Oficial da Marinha do Brasil!
DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA
     Concurso Público de Admissão à Escola Naval (CPAEN) em 2017
      - A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) informa que no período de 22FEV2017 a 31MAR2017, estarão abertas as inscrições para o Concurso Público de Admissão à Escola Naval (CPAEN) 2017, O presente CP destina-se ao preenchimento de 30 (trinta) vagas, sendo: 18 (dezoito), exclusivas para o sexo masculino, onde 4 (quatro) vagas serão destinadas aos candidatos negros (Lei 12.990/2014) e 12 (doze) exclusivas para candidatas do sexo feminino, estas especificamente para o Corpo de Intendentes da Marinha, sendo 2 (duas) vagas destinadas às candidatas negras (Lei 12.990/2014). O Edital completo, com seus anexos, estará à disposição dos candidatos na Internet, nos endereços www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br,  ou nos locais de inscrição listados no Anexo "I" do Edital.
Extrato do BONO Nº 154 DE 22 DE FEVEREIRO DE 2017

Família Naval correntistas do CitibanK - URGENTE



Extrato da nota da PAPEM publicada no BONO Nº 147 de 17 de fevereiro de 2017:

   "Participa-se que o Banco Citibank não renovou o contrato de credenciamento para a operação da folha de pagamento desta Força. Atualmente, existem aproximadamente 300 membros da família naval correntistas desse Banco. Desta forma, solicita-se às OC realizarem junto aos militares e pensionistas correntistas desse Banco a troca dos dados bancários no SISPAG até o dia 09MAR2017, quando encerram as alterações do processo de pagamento de MAR2017, para um dos bancos credenciados, quais sejam: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú e Santander. No processo de pagamento de ABR2017, não será mais possível creditar pagamento no Banco CITIBANK."

Este Serviço solicita aos inativos e pensionistas militares correntistas do CITIBANK que compareçam ao SIPM com a máxima brevidade para efetuarem a alteração de domicílio bancário para um dos bancos conveniados acima citados.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Valores dos Fuzileiros Navais

Honra: 
Bem intangível, que sintetiza os valores mais altos do ser humano, como a ética, a moral e a integridade.
Competência: 
Faculdade para apreciar e resolver qualquer questão. Aptidão, idoneidade.
Determinação: 
Valor intrínseco de cada pessoa, resoluta na busca incessante para alcançar os seus objetivos;
Profissionalismo: 
Capacidade que o militar tem para a realização do seu trabalho de forma competente, com seriedade e responsabilidade.
     ADSUMUS é o lema dos Fuzileiros Navais. É um termo de origem latina que significa “Aqui Estamos!”, “estar presente”, “estar junto” e, por extensão, significa um sentimento de permanente prontidão.

     As inscrições para as 1.300 vagas estarão abertas entre os dias 2 e 30 de março e podem ser realizadas pelo site www.mar.mil.br/cpesfn, no link “concursos”, ou presencialmente, nos endereços listados no edital.

Clique AQUI e veja a Nota publicada neste blog.

O Sino de Bordo - "Causo" Verídico

Vi um ‘causo’ sobre SINO DE BORDO no blog:  Memórias de um FN Veterano   lembrei o tempo em que servi no Batalhão Humaitá nos idos de 1975 a 1979 quando chegou o Soldado Pires, meu conterrâneo Norteriograndense. O Pires não girava bem da cabeça, tanto é que chegou a ser internado no UISM (Hospital de saúde mental da Marinha). Nesse período o Pires deixou muitos ‘causos’ engraçados no Btl. e um deles foi exatamente com o SINODE BORDO.
   O Sino de Bordo faz parte das Tradições Navais e até os dias de hoje é utilizado no cumprimento da rotina para informar as horas cheias e quebradas, com badaladas duplas e singelas conforme o caso, entre o toque de alvorada e silêncio, é utilizado também no hastear e o arriar da Bandeira Nacional, fica localizado na Sala de Estado e é executado pelo mensageiro da hora. O Pires era “louco” para dar serviço de mensageiro, exatamente para bater o Sino, mas, devido ao sistema nervoso dele, não era escalado para tal. Certo dia o então CB Edson, detalhista da terceira Companhia, resolveu atender a vontade do Pires e o escalou de mensageiro, foi ai que o Pires se sentiu realizado, logo que rendeu o serviço na Sala de Estado, foi imediatamente para o Sino e começou a bater desordenadamente chamando à atenção de toda guarnição, o saudoso Comandante Cunha, imediato do Btl, botou a cabeça na janela do seu gabinete e gritou: "Que p......" é essa mensageiro, ta ficando louco? O Pires largou o Sino, correu para o microfone e em voz clara e audível anunciou: Batalhão Humaitá, experiência de Sino encerrada, experiência de Sino encerrada... Se safou!

Marinha do Brasil - Tiro Sobre Killer Tomato

Tiro sobre alvo Killer Tomato, a partir da Fragata “Constituição” (F42
   Após três dias de comissão, diversos exercícios programados e inopinados já foram realizados. No dia 16 de fevereiro, os navios do Grupo-Tarefa (GT) realizaram tiro sobre o alvo Killer Tomato. Os armamentos utilizados foram o canhão de 4,5” e a metralhadora de 20mm. O exercício foi considerado satisfatório, pois atingiu o seu propósito.


Fonte: Marinha do Brasil

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Vai viajar? Não pague internet, telefone fixo, nem TV por assinatura


Não só de más notícias vivemos aqui no Brasil. Uma novidade bastante atrativa tem dado o que falar nos últimos dias. Se você estiver com as suas férias marcadas, ou vai curtir nos dias no carnaval 2017 e vai viajar, sabia que agora não precisa mais pagar pela internet, telefone fixo nem TV por assinatura?

Você agora tem direito a pedir a suspensão dos seus serviços por um mínimo de 30 e máximo de 120 dias a cada doze meses, e para isso basta solicitar com antecedência de 24 horas às operadoras de telefonia, internet e TV por assinatura.

Vai viajar? A regulamentação está prevista nos seguintes regulamentos:

Banda larga: https://goo.gl/TzrBP9
Telefone fixo: https://goo.gl/gD9WiL
TV por assinatura: https://goo.gl/Eg18iC

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Carta de repúdio da Marinha do Brasil ao comentário desrespeitoso do RICARDO BOECHAT

Prezados veja a nota de repudio que recebi do Centro de Comunicação Social da Marinha
Vale a pena ler:

Participo que a Marinha do Brasil encaminhou carta ao Presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação manifestando seu repúdio à maneira desrespeitosa com que o apresentador RICARDO BOECHAT proferiu seus comentários sobre a desmobilização do Navio-Aeródromo “São Paulo”, em seu programa, na rádio BAND NEWS FM, da última quarta-feira (15/02). 
Na carta, foi ressaltado que a Marinha do Brasil é uma Instituição que, desde a sua origem, está intimamente ligada aos mais legítimos interesses da sociedade brasileira. No passado, participou ativa e decisivamente da consolidação da independência do País; contribuiu para a manutenção da integridade territorial, repelindo agressões externas, seja na Guerra da Tríplice Aliança ou nas duas guerras mundiais.
Por fim, foi enfatizado que a gama de tarefas da Marinha do Brasil é conduzida por homens e mulheres abnegados, que juraram defender a honra, a integridade e as instituições da Pátria com o sacrifício da própria vida e que, a despeito das adversidades orçamentárias, não merecem o desrespeito e o desdém desse formador de opinião, simplesmente porque parece não compreender o trabalho desempenhado pela Marinha.


CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA
Bravo Zulu!
Viva a Marinha!
ADSUMUS!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Vida de Aposentado


Máxima do aposentado, na reserva ou reformado....
A minha mulher perguntou-me com sarcasmo:
"Que pensas fazer hoje?"
"Nada."
Diz-me ela:
"Isso foi o que fizeste ontem!"
"Sim, mas ainda não acabei."

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Miolo de Pão

Conta a história que um casal tomava café da manhã no dia de suas Bodas de Prata. A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou:
“Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Hoje acho que posso satisfazer meu desejo e comer o miolo pelo menos uma vez na vida”.
Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse:
– Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir!

Moral da história:

Você precisa dizer claramente o que deseja; não espere que o outro adivinhe…
Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro, mas o outro pode estar esperando outra coisa de você…Deixe-o falar, peça-o para falar e, quando não entender, não traduza sozinho. Peça que ele se explique melhor.
Esse texto pode ser aplicado não só para relacionamento entre casais, mas também entre pais e filhos, entre amigos e mesmo entre colegas de trabalho.
As relações humanas seriam melhores se praticássemos isto!!!

Gostaria muito de dar os créditos ao autor deste lindo texto, mas, desconheço.

Desmobilização do NAe “São Paulo”

Foto: defesaaereanaval.com.br

Após diversas tentativas de recuperar a capacidade operativa do NAe “São Paulo”, o Almirantado concluiu que o Programa de Modernização exigiria alto investimento financeiro, conteria incertezas técnicas e necessitaria de um longo período de conclusão e decidiu pela desmobilização do meio, a ser conduzida ao longo dos próximos três anos.
Um programa de obtenção de um novo conjunto Navio-Aeródromo x aeronaves, ocupará a terceira prioridade de aquisições da Marinha, logo após o PROSUB/Programa Nuclear e o Programa de Construção das Corvetas Classe Tamandaré. O custo de aquisição desse novo binômio será substancialmente menor que o de modernização do NAe “São Paulo” e de obtenção de novas aeronaves compatíveis com o NAe, já que as aeronaves AF-1 deverão estar no final de sua vida quando o “São Paulo” terminasse sua modernização.
O “São Paulo” foi incorporado à Marinha em 2000, a partir de uma compra de oportunidade da Marinha Nacional da França, com os propósitos precípuos de substituir o antigo Navio-Aeródromo Ligeiro “Minas Gerais”, em término de vida útil, e proporcionar a evolução das operações aéreas embarcadas com o emprego dos aviões de asa fixa e propulsão a jato A-4 Skyhawk.
Apesar de já contar com 37 anos de serviço ativo no momento da aquisição, o Navio cumpriu bem sua missão nos primeiros anos em atividade pela Esquadra brasileira, possibilitando à Marinha adquirir a capacitação para operar aeronaves de alta performance embarcadas.
Lamentavelmente, os estudos de exequibilidade do referido Programa indicam um longo período para sua conclusão, aproximadamente dez anos, além de incertezas técnicas e elevados custos.
Até que a Marinha receba um novo Navio-Aeródromo, a capacidade de conduzir operações de guerra naval com emprego de aviação de asa fixa, obtida às custas de grandes investimentos e intensos treinamentos dos nossos pilotos no país e no exterior, será mantida a partir da Base Aérea Naval e de outras instalações de terra, e também por meio de treinamentos com marinhas amigas.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Reunião DAdm da AVCFN - Adiada para 3/3/2017


     Prezados Veteranos da AVCFN, a reunião da Diretoria Administrativa que estava prevista para o dia 21 de fevereiro, foi adiada para o dia 3 de março/2017, sexta-feira às 14 horas, na nossa Sede Nacional.
     Vale ressaltar que NÃO haverá a confraternização para a comemoração dos aniversariantes.
     Por Lucio Lucena.

     Assessor.

60º aniversário da FFE/DivAnf e TroRef. Nota da AVCFN

     60º Aniversário da Força de Fuzileiros da Esquadra, da Divisão Anfíbia e da Tropa de Reforço.
     - A Cerimônia Militar referente ao 60º aniversário da Força de Fuzileiros da Esquadra, da Divisão Anfíbia e da Tropa de Reforço será realizada no dia 16FEV2017 (5ª feira), às 10h, no Comando da Divisão Anfíbia. A cerimônia será presidida pelo Comandante da Marinha. Uniforme – 5.5. Por convite
Extrato do BONO Nº 136 DE 14 DE FEVEREIRO DE 2017
     O Diretor Social da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais – AVCFN, informa que para os convidados da referida Associação, o uniforme será o Vermelho completo e que um ônibus largará do 1DN, de frente ao elevador, às 8 horas.

     Por Lucio Lucena.  

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

BANNER de Veteranos do Oiapoque ao Chuí.

     No dia 2FEV17 quinta-feira, por ocasião da Reunião da Diretoria Administrativa da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais – AVCFN, foi apresentado o BANNER com a visita dos Veteranos Lucena, Dagoberto e Manoel a todas as Seções Regionais da AVCFN espalhadas por vários estados do Brasil, e a conquista desses audaciosos Fuzileiros do Oiapoque ao Chuí.
     O Referido Banner encontra-se afixado na secretaria da AVCFN.
     Clique AQUI  e veja a AUDÁCIA Desses Bravos Veteranos nessa conquista. 
     BRAVO ZULU!
     ADSUMUS!  

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Concurso - Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN)

PUBLICADO NO DOU Nº 29 de 09 DE FEVEREIRO DE 2017
MARINHA DO BRASIL
CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS
COMANDO DO PESSOAL DE FUZILEIROS NAVAIS
     Edital de convocação para o Concurso de Admissão às Turmas I e II/2018 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais.
O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais (CPesFN), torna público que, no período de 2 a 30 de março de 2017, estarão abertas as inscrições para o concurso de admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN) para as Turmas I e II/2018.
Clique AQUI  e veja o EDITAL.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Convite para o Aniversário da FFE (DivAnf e TroRef)

   Convite para o aniversário da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), da Divisão Anfíbia e da Tropa de reforço, a ser realizada às 10 horas do dia 16 de Fevereiro de 2017.
Os Veteranos Fuzileiros Navais que desejarem participar, devem entrar em contato com a Secretaria da AVCFN.
Tel.: 21-99076.6585 e 99076.6701, ambos da CLARO.
ADSUMUS!

Encontrão de Veteranos FNs Confirmação da data

Prezados Veteranos Fuzileiros Navais, conforme comunicado recebido da secretária da AVCFN, a tão esperada confirmação da data do nosso tradicional Encontro Institucional de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais - CFN (ENCONTRÃO), está confirmada para o dia 20 de maio de 2017 sábado, conforme consta no Calendário de Atividades da AVCFN. Os Nobres amigos Veteranos que moram fora de sede, já podem se programarem com suas passagens, faltam três meses!
ADSUMUS!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

SISTEMA DE PROTEÇÃO SOCIAL DOS MILITARES - RECENTES MATÉRIAS DA MB, EB E FAB


Foto linha do tempo
BONO ESPECIAL Nº 108 DE 06 DE FEVEREIRO DE 2017 DO COMANDANTE DA MARINHA
Nos últimos dias, a imprensa tem veiculado matérias sobre a Reforma da Previdência que versam sobre supostas propostas para alteração do tempo de serviço; estabelecimento de idade mínima de transferência para a reserva remunerada; e mudanças das remunerações pagas aos militares das Forças Armadas. A Marinha do Brasil esclarece que os três Comandos Militares e o Ministério da Defesa vêm promovendo um diálogo responsável e profícuo com o Governo, a fim de que seja preservada a segurança constitucional conferida ao Sistema de Proteção Social dos Militares das Forças Armadas.
Temos apresentado as peculiaridades que envolvem nossa profissão, as quais a diferenciam das demais, e impedem que os militares sejam submetidos às mesmas modificações que compõem a Reforma da Previdência, atualmente em discussão no Congresso Nacional.
Em virtude das negociações, o Governo tem se mostrado atento e sensível às nossas questões sociais, tais como: a baixa remuneração; o déficit de moradia; a necessidade de mobilidade por todo o território nacional; entre outros. Como resultado, tivemos, acertadamente, a não inclusão dos militares das Forças Armadas no texto do Projeto de Emenda à Constituição Federal, tendo em vista que não existe, e nem nunca existiu, um Regime de Previdência próprio dos militares das Forças Armadas.
A preservação do Sistema de Proteção Social dos Militares das Forças Armadas não se destina a favorecer uma classe em detrimento da sociedade brasileira, como vem sendo rotineiramente e, por vezes, de maneira superficial, veiculado pela mídia. Tem sim, por finalidade, contribuir para a segurança do País, tendo em vista que, para o cumprimento da missão constitucional que é atribuída às Forças Armadas, os militares não são amparados por direitos trabalhistas e remuneratórios previstos para os demais segmentos da sociedade. Assim, é imprescindível que a família do militar esteja devidamente protegida por um responsável arcabouço legal e social.
Não obstante a diferenciação da carreira militar, as Forças Armadas, como componentes da estrutura constitucional brasileira, estão sensíveis à necessidade de contribuir para o ajuste fiscal do governo, imprescindível à retomada do desenvolvimento de nosso país.
Em conjunto com as demais Forças Armadas e o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil prossegue trabalhando em propostas de mudanças, porém preservando os princípios basilares da Defesa Nacional, que tem o Sistema de Proteção Social dos Militares das Forças Armadas como um de seus pilares.
Os canais de comunicação oficiais das Forças, incluindo o endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/spsm, mostram os estudos e propostas em andamento, dentre os quais, o trabalho realizado recentemente pela Fundação Getúlio Vargas, sob o título “As Forças Armadas e a PEC da Previdência”.


A PALAVRA OFICIAL DO EXÉRCITO

Em face das últimas notícias veiculadas pela mídia sobre o Projeto de Reforma da Previdência, as quais afetam diretamente o Sistema de Proteção Social dos Militares, vale esclarecer que o Governo Federal comprometeu-se com as Forças Armadas, afiançando reconhecer as peculiaridades da carreira militar e tratando-as de maneira diferenciada.
Essa diferenciação foi reiterada diversas vezes em reuniões com os Comandantes de Forças e tem sido vastamente utilizada pelas autoridades para viabilizar as atividades que têm garantido a estabilidade do país, propósito maior da Nação brasileira.
Nesse contexto, o Ministro da Defesa e os Comandantes de Forças vêm dialogando com o Governo para esclarecer as peculiaridades da atividade militar. Por este motivo, grupos de trabalho, integrados por militares das três Forças, têm realizado estudos técnicos sobre o assunto, inclusive com interlocução junto a vários órgãos públicos.
Esses estudos abrangem também a reestruturação da carreira e a remuneração do pessoal, haja vista os inúmeros reflexos na vida dos militares e de seus dependentes. Destaca-se que o militar recebe salário médio muito menor que outras profissões de Estado, dedica-se exclusivamente à carreira e não possui os direitos assegurados a qualquer trabalhador, como, por exemplo, direito de greve, remuneração por horas extras, FGTS etc.
Dessa forma, soluções simplistas, genéricas ou que contenham apenas o viés contabilista não podem ser aplicadas à atividade militar, causando irreversíveis danos aos alicerces que fundamentam o comportamento e o estado de permanente prontidão das Forças Armadas.
Em direção convergente, recentemente, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) realizou um estudo sobre o assunto e concluiu que: “A inclusão das FA na PEC da reforma da previdência seria um grave erro, pois abalaria um pilar fundamental para o equilíbrio de médio e longo prazos do Estado Brasileiro.”
No corrente ano, o Comandante do Exército definiu como objetivo principal da Força a gestão do Sistema de Proteção Social dos Militares das Forças Armadas, alocando todos os recursos para a solução deste assunto, tão caro aos militares.
Gen Div OTÁVIO SANTANA DO RÊGO BARROS
Chefe do Centro de Comunicação Social do Exército

Em entrevista, Comandante da Aeronáutica afirma estar atento aos anseios do efetivo


“Estamos, eu e o meu Alto-Comando, comprometidos em demonstrar as razões da manutenção do sistema de proteção social dos militares que tanto se empenham pelos interesses da Nação”. É com esse posicionamento que o Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, Comandante da Aeronáutica, concedeu entrevista sobre o envolvimento dos militares no contexto da reforma previdenciária no Brasil. Nela, o Comandante detalha as peculiaridades da carreira militar e defende os motivos pelos quais a categoria possui um plano específico.
A imprensa tem veiculado diversas informações relacionadas à intenção de inserir os militares no regime da previdência, como o senhor analisa o cenário?
Na verdade há um grande desconhecimento sobre o assunto, além de muita desinformação, o que é bastante prejudicial. Em primeiro lugar, é importante ressaltar que os militares não têm previdência, e sim um sistema de proteção social, necessário por conta das especificidades da carreira daqueles que se dedicam ao cumprimento da missão das Forças Armadas. A carreira militar exige uma dedicação total e incondicional, com um esforço físico diferenciado e execução de missões de alto risco por parcela significativa do efetivo. Por essas e diversas outras razões, acredito que os militares devam ter um sistema de proteção diferenciado de outras categorias. Foi nesse sentido que a Constituição Federal nos diferenciou dos demais servidores. Em um sentido mais amplo, a ideia básica dessa proteção social é que o militar possa ter sua inatividade ainda sob responsabilidade do Estado, como uma despesa corrente das Forças Armadas, porque ele compõe uma força de reserva que pode ser acionada a qualquer momento.
Existem propostas ou decisões governamentais sobre o assunto?
Posso afirmar que o assunto está sendo tratado com a máxima seriedade, não apenas pelas Forças, mas também pelo nosso Ministro Raul Jungmann. Existem estudos sobre o tema dentro do Ministério da Defesa e que serão oportunamente apresentados. Por outro lado, a proliferação de boatos têm sido danosa para a perspectiva de carreira dos militares, levando a tropa a uma indesejável insegurança sobre o seu sistema de proteção. Temos ressaltado que o Sistema de Proteção Social envolve não apenas o militar, mas também seus familiares, sendo de grande relevância para a motivação da tropa no cumprimento de suas missões em todo o Brasil, não apenas nos grandes centros urbanos, mas também na fronteira, nas florestas, no exterior e até em alto mar. O fato de os militares terem um engajamento diferenciado, no que diz respeito ao cumprimento dos seus deveres, caracteriza as Forças Armadas como instituições da total confiança da nação e adequadas para atuação nos mais diversos e complexos contextos. Exatamente por isso temos visto recentemente o emprego constante da Marinha, do Exército e da Aeronáutica em situações de emprego emergencial, fundamentais para fortalecer a estabilidade do País.
Então o que o senhor teria a dizer para contrapor aqueles que argumentam que os militares estão onerando a previdência?
Em primeiro lugar, se legalmente não fazemos parte de nenhum regime previdenciário, não podemos ser inseridos nos cálculos realizados para avaliação da previdência e de seu déficit. Ainda assim, entendemos que o país passa por um momento em que precisa reestruturar sua previdência, sob pena de não conseguir cumprir seus compromissos em um horizonte de médio prazo. Contudo, discordamos que para isso, seja necessário alterar a legislação, a fim de inserir os militares em um regime previdenciário do qual nunca fizeram parte, com o objetivo de reduzir seus rendimentos na inatividade. A razão desta afirmação é que enquanto os gastos com o Regime Geral da Previdência Social são crescentes em relação ao PIB, atingindo percentuais preocupantes, o Sistema de Proteção Social dos Militares apresenta percentuais decrescentes de despesa, principalmente em decorrência da reforma realizada em 2001, através de Medida Provisória.
Destaco que estudos recentes mostram que os militares estão em uma situação econômica bem inferior aos demais servidores, seja pelos direitos excluídos pela Medida Provisória, seja, mais notoriamente, pelo fato de a carreira militar ser atualmente a de menores proventos entre todas as carreiras federais. Além disso, a reforma realizada em 2001, alterou significativamente as projeções de custos do sistema de proteção social das Forças Armadas. Houve a supressão das pensões para as filhas, do adicional por tempo de serviço, do direito a contribuir para pensão militar de dois postos acima, do acúmulo de duas pensões militares, do ganho de proventos de um posto acima na inatividade, da licença especial, do auxílio moradia e também da contagem do tempo de serviço em dobro no caso de licença especial não gozada. Em consequência, um militar que foi para a reserva em 2016 recebe vencimentos menores que os de um militar do mesmo posto que foi para a reserva antes de 2001. No caso de um militar que ingressou após 2001, então, a diferença será ainda maior.
Devemos considerar também que um militar recebe aumentos salariais, à medida que são promovidos, atingindo o topo salarial apenas ao término de sua carreira. Enquanto isso, os demais servidores públicos, em sua maioria, já atingem aos 13 anos de serviço o maior patamar salarial da carreira. Desse modo, ficam evidentes as distorções no acúmulo de patrimônio e de aporte social à família entre as carreiras do servidor público e a do militar das Forças Armadas.
Quais ações estão sendo tomadas para evitar que os militares sejam prejudicados pelas mudanças propostas?
Os comandos militares, em coordenação direta com o Ministério da Defesa, têm trabalhado ininterruptamente para esclarecer setores do Governo Federal, do Legislativo, do Judiciário, da imprensa e de qualquer outro ator social envolvido sobre a questão da proteção social dos militares. Acreditamos que a melhor maneira para o entendimento do caso é justamente a informação e o consequente entendimento das especificidades da carreira militar. Reitero que existe um entendimento comum entre as Forças de que não há necessidade de se degradar o regime de proteção social dos militares, mormente se levarmos em conta o sacrifício que já foi feito por nós em 2001. Entretanto, não podemos deixar de participar da solução do grave problema previdenciário, através de estudos envolvendo as três Forças e o Ministério da Defesa.
Que mensagem o senhor teria a passar para o efetivo a respeito deste tema, a fim de diminuir uma possível inquietação da tropa.
Eu gostaria de passar a todo o efetivo da FAB, do modo mais contundente possível, a mensagem de que estamos atentos aos seus anseios e que, para diminuir as eventuais inquietações, criamos um grupo de acompanhamento do tema “Sistema de Proteção Social dos Militares”. Os integrantes da Força Aérea Brasileira podem ter certeza de que, pela sua sensibilidade, dedicamos especial atenção ao assunto. Mantenham-se conectados em todos os nossos canais oficiais de comunicação, mídias e redes sociais, sob a responsabilidade do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, pois será por meio deles que os manteremos atualizados continuadamente.
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Nota de esclarecimento sobre o blog do SM

    Prezados, o blog está parado devido uma falha na minha ferramenta de trabalho, creio que até a próxima sexta-feira tenha resolvido o problema.
Peço desculpa pela falta de postagens!
ADSUMUS!

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

História ; Dois Lobos dentro de mim



Conto Cherokee recontado por Fabio Lisboa

Os anciões Cherokee estavam preocupados com um dos garotos da tribo que, por se sentir injustiçado, tornou-se agressivo. O avô do menino o traz para perto de si e diz:

- Eu entendo sua raiva. Há uma batalha terrível entre dois lobos que vivem dentro de mim. Esses dois lobos tentam dominar o espírito de todos nós.

Um é Mau. Seus dentes são fortes como raiva, inveja, ciúme, tristeza, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho, superioridade e ego.

O outro é Bom. Seu olhar é forte como alegria, esperança, serenidade, paz, humildade, empatia, bondade, generosidade, verdade, perdão, compaixão, harmonia e fé.

O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô:


- Qual lobo vence?
 
O velho índio respondeu:

- Aquele que você alimenta!

Do: Contar Histórias

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

TV Globo - Hoje é dia de Marinha - 4/FEV/Sábado às 7h



 CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA
Quadro televisivo sobre a Marinha do Brasil
– A TV Globo reprisará, no próximo dia 04FEV2017 (sábado), às 7h, dentro do programa “Como será?”, da jornalista Sandra Annenberg, o quadro “Hoje é dia de Marinha”, que apresentará temas relacionados à Força, o Ingresso na Marinha, bem como atividades operativas do pessoal nos meios de superfície, submarinos, aviação naval e de fuzileiros navais.

Extrato do BONO Nº 101 DE 02 DE FEVEREIRO DE 2017