segunda-feira, 6 de março de 2017

E-mail do Almirante Lusitano ao Ministro da Defesa

     Vejam o e-mail que o Almirante Lusitano enviou ao Ministro da Defesa – Exmº Sr. Dr. Raul Jungmann.
Recebido por este blogueiro do próprio Alte. Lusitano.
     Segue o e-mail.

     Ministro da Defesa – Exmº Sr. Dr. Raul Jungmann

     Permita –me transmitir a Vexa uma notícia que certamente já deve ser de vosso conhecimento, mas devido as circunstâncias em que vivemos e a proximidade de reformas que nos deixam ansiosos e preocupados não poderíamos deixar de efetuar nosso comentário, pois se trata de um assunto que nos é muito sensível, qual seja a da evasão de pessoal, tema que já encaminhamos a Vexa com algumas considerações e pesquisas.
     As vésperas do Dia Internacional das Mulheres, 8 de março, relato um fato ocorrido com uma mulher que inscreveu seu nome na história da aviação no Brasil como a primeira aviadora da FAB, a Primeiro Tenente Fabrícia Liane Souza Aguiar Oliveira que foi recentemente licenciada da Aeronáutica. Primeira colocada da primeira turma de Cadetes Aviadores da Academia da Força Aérea (AFA) que recebeu mulheres, no ano de 2003, a Ten. Fabrícia, que servia no 1º Esquadrão do 6º Grupo de Aviação (1º/6º GAV), em Recife, foi aprovada no último concurso para Auditora da Controladoria Geral da União (CGU). Em junho de 2010, ela foi homenageada pela Assembleia Legislativa do RJ e agradeceu com as seguintes palavras: “Recomendo a carreira de aviadora para as mulheres que, além do sonho de pilotar aviões, tenham um amor profundo pelo Brasil. Sem um desses requisitos, acho que não é possível”.
     A evasão de Oficiais e Praças das nossas FFAA continua a todo vapor. Essa brilhante Oficial aviadora é mais uma que deixou de lado o idealismo e procurou outra carreira com remuneração maior, com mais vantagens e menos sacrifícios. Será que as Autoridades e a Sociedade têm a exata noção do significado real das palavras por ela ditas perante a Assembleia Legislativa do RJ, além da noção de quanto tempo e do volume de recursos necessários para formar um militar, um “caçador (a)”? A cada ano a nossa defasagem salarial fica maior se comparada as demais carreiras de Estado, fruto de uma política salarial discriminatória em relação aos militares que parece ter como um dos alvos prioritários o nosso maior patrimônio que é o nosso pessoal. Uma pesquisa constante do link:http://montedo.blogspot.com.br/2013/03/sangria-nas-forcas-armadas.html! nos informa que: “se a média de baixas se mantiver, as Forças Armadas perderão uma Turma da AMAN a cada dois anos!”
     Considerando o acima transcrito, solicito a Vexa uma Reestruturação dos Soldos dos Militares de seja de forma perene, justa, digna e que não dependa do “HUMOR DO EXECUTIVO DA OCASIÃO”!

     Respeitosamente
     José Carlos Lusitano
     Contra – Almirante (REF)

Um comentário:

Gilberto Gibson disse...

Olá boa noite,muito bom o comentário do almirante lusitano. Estamos vendo nosso país mergulhar no comunismo, estão destruindo as forças armadas quê era um símbolo de honestidade e patriotismo,pena que temos poucos generais com coragem para falar o quê está ocorrendo. Pode confiar nos militares dá reserva estamos prontos. Que Deus nos ajude Adisumos.