quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Nota de Falecimento - Saudosa Analucia - Atualização

Atualizado às 14h22min 26/2/2018
Saudosa Analucia e Lázaro, por ocasião da Excursão em Foz do Iguaçu
       "Prezados, confirmado o sepultamento da Analucia, será às 13 horas do dia 27/FEV (terça-feira) no Cemitério Jardim da Saudade em Paciência e o velório a partir das 7h30min, na capela 6 do referido Cemitério.
     Sugiro aos Veteranos Fuzileiros Navais e ao grupo de Excursionistas, o qual nossa saudosa amiga fazia parte, o uso da CAMISA VERMELHA da AVCFN, por ocasião do evento fúnebre, certamente nossa amiga orgulhosamente nos observará de onde estiver"!      
     
     É com profundo pesar que comunico o falecimento da Senhora Analucia Gomes dos Santos, esposa do Veterano Lázaro Victório, ocorrido na noite de ontem 25 de fevereiro de 2018 no Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD), vítima de neoplasia maligna.
     Quanto a data e horário do sepultamento será confirmado oportunamente, mas, de acordo com informação do próprio Lazaro, em princípio será amanhã 26/FEV (terça-feira) por volta das 10 horas (más a ser confirmado, tão logo tenha essa confirmação, atualizarei esta nota), no Cemitério JARDIM DA SAUDADE EM PACIÊNCIA.
     A saudosa Analucia juntamente com seu esposo Lázaro, fazia parte do grupo de excursionistas do Saco e Maca, os quais sempre se faziam presentes semeando alegria e simpatia nos eventos do grupo.
     Deixo aqui registrado sinceras condolências em nome do grupo de excursionistas da Associação Esportiva Saco e Maca (AESM), da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais (AVCFN), do Clube Beneficente dos Sargentos da Marinha (CBSM), em meu nome pessoal e de minha família aos familiares e amigos da saudosa ANALUCIA.
     Que o Bom Deus com sua infinita misericórdia acolha sua alma no Paraiso Eterno e conceda conforto aos seus familiares e amigos nessas horas de transição e dor, em especial ao amigo LÁZARO VICTÓRIO.
     SEGURA NA MÃO DE DEUS E VAI...!
     Por Lucio Lucena.
     Vice-Diretor de Comunicação da AVCFN, Editor do Blog do SM
     www.avcfn.com.br

sábado, 24 de fevereiro de 2018

IRPF - Fique atento: confira 10 erros mais comuns ao declarar o imposto de renda

     *Atenção contribuinte do cofre público, não interessa qual o destino do nosso dinheiro, se vai pra corrupção, pra partidos corruptos, pra saúde ou seja lá pra que for, o que não pode acontecer é você deixar de contribuir, senão corre o risco de ser "preso"! Isso mesmo, poderá até ser preso, conforme o caso...!
Se liga, veja a nota abaixo do YAHOO FINANÇAS:

Yahoo Finanças
Por Milena Carvalho 
O período para começar a entregar a declaração do imposto de renda está quase chegando. A partir do início de março, os contribuintes já devem ter em mãos todos os documentos e informações necessárias para colocar no sistema da Receita Federal. Mas, segundo o órgão do governo, alguns erros ainda se tornam recorrentes, como o esquecimento de despesas médicas ou até mesmo a digitação errada de valores.
Veja na lista abaixo os fatores que levam a maioria dos brasileiros a serem pegos pelo leão:
Omissão de rendimentos
A omissão de documentos pode fazer facilmente com que o contribuinte caia na malha fina. Seja por falta de atenção ou esquecimento, se o valor declarado não bater com as informações corretas a chance de ser pego pela Receita Federal é alta. Por isso, guarde todos os comprovantes e recibos e mantenha tudo em ordem, desde documentos de antigos empregos (caso você tenha mudado ou sido demitido) até todas as possíveis fontes de renda (para profissionais liberais). Assim, fica mais fácil de se justificar caso algo dê errado no meio do caminho.
Despesas médicas
Fique atento ao declarar as despesas médicas e guarde todos os recibos. Se o contribuinte lançar alguma informação diferente em relação ao do profissional da saúde e que não pode ser comprovada posteriormente, pode ser levado à malha. Além disso, gastos com vacinas não são dedutíveis nem com remédios, a não ser que já estejam na nota fiscal emitida pelo hospital. Ou seja: despesas com farmácias não estão inclusas.
Gastos com educação
Cursos extracurriculares como línguas estrangeiras e preparatórios não podem ser declarados no imposto de renda. No entanto, mensalidades do ensino fundamental, médio e superior – incluindo graduação, pós, mestrado e doutorado – são dedutíveis, desde que não passem do limite de R$ 3.561,50. No caso de educação infantil e profissional, sendo eles de ensino técnico e tecnológico, também podem ser informados no IRPF.
Dependentes
De acordo com a Receita Federal, é necessário informar o nome e o CPF do dependente que tenha 12 anos ou mais para que os gastos sejam dedutíveis. Além do mais, a renda obtida por ele – seja por meio de estágio no caso de um jovem ou um pai ou mãe que recebe aposentadoria – também deve ser declarado.
Digitação equivocada de valores
Qualquer centavo conta na hora da declaração do imposto de renda. Por isso, fique muito atento ao digitar os valores (já pensou colocar um 0 a mais?) e aos campos onde eles precisam ser preenchidos. A Receita Federal ainda alerta para o uso de pontos para separar os centavos no sistema. É necessário o uso das vírgulas.
Declaração de bens
Tanto quem esquece de declarar os próprios bens quanto quem atualiza os valores desses pode ser pego pelo leão. O valor informado deve ser sempre o de aquisição, no o de mercado. Portanto, não mude o valor do veículo e só troque o do imóvel caso tenha feito reformas maiores, como a mudança de piso, por exemplo.
Aplicações
Todas as aplicações financeiras também devem ser informadas à Receita Federal. Seja na poupança, ações na bolsa de valores ou outras formas de rendimento, os valores precisam ser declarados de maneira correta, já que os bancos também enviam as informações de cada contribuinte ao órgão do governo.
Pensão alimentícia
O fator vale para ambos: tanto quem recebe quanto quem paga deve declarar a pensão alimentícia no IRPF. Quem arca com o custo pode deduzir até 100% do valor. Quem ganha precisa acrescentar como renda tributável.
Recebimento de aluguéis
Por serem avaliados como rendimentos tributáveis, os aluguéis precisam ser informados no imposto de renda. Caso isso não ocorra, é bem provável que o contribuinte tenha problemas. O inquilino deve informar os valores na ficha de Pagamentos Efetuados. Quem recebe o aluguel também vai precisar declarar.
Planos de previdência
A Receita Federal também alerta para a diferença entre os planos. Enquanto a modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) é dedutível e limitada em 12% do rendimento declarado, os planos do tipo VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) precisam ser declarados como aplicações financeiras.
Fontes: Roberto Piscitelli, economista e professor de Finanças Públicas da UnB, Masimo Della Justina, economista e professor de Ciências Econômicas da PUCPR e site da Receita Federal.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

21 de Fevereiro - Tomada de Monte Castelo

     A mensagem que ecoou no campo de batalha, ao findar da tarde do dia 21 de fevereiro de 1945, marcou uma das mais gloriosas realizações da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na 2ª Grande Guerra. Após 12 horas de um árduo e intenso combate contra um implacável e bem fortificado inimigo, agravado por um terreno íngreme e frio intenso, a 1ª Divisão de Infantaria Expedicionária (DIE) conquistava o seu maior objetivo: Monte Castelo.

INTERVENÇÃO FEDERAL - Nota à Imprensa da Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste

     Nota da Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste, sobre a Intervenção Federal no Rio de Janeiro.
     Sempre é bom lembrar que é INTERVENÇÃO FEDERAL e não INTERVENÇÃO MILITAR, são duas situações bastantes distintas!

     Segue a nota:
     Publicado: Terça, 20 de Fevereiro de 2018, 21h11
     A Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste informa que, desde o anúncio da intervenção federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, estabelecida por meio do Decreto nº 9.288, de 16 de fevereiro de 2018, várias reuniões vêm sendo realizadas para a obtenção de um diagnóstico da segurança pública no Estado.
     O trabalho iniciou-se a partir do conhecimento já acumulado por meio do acompanhamento da conjuntura, das análises de cenários e da experiência adquirida com as operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), autorizadas por outro decreto presidencial, assinado em 28 de julho de 2017. Há que se ressaltar que um decreto não revoga o outro. Tampouco há conflito entre eles.
     O processo de intervenção está em fase inicial. A equipe que trabalhará diretamente com o interventor está sendo formada e será anunciada nos próximos dias. De igual modo, as primeiras ações serão divulgadas oportunamente. Salienta-se que a intervenção é federal; não é militar. A natureza militar do cargo, à qual se refere o Decreto, deve-se unicamente ao fato de o interventor ser um oficial-general da ativa do Exército Brasileiro.
     Cumpre ressaltar que os órgãos de segurança pública estadual seguem funcionando normalmente. A intervenção tem caráter colaborativo e visa ao aperfeiçoamento gerencial e operativo de tais estruturas. Dessa forma, os resultados de natureza institucional serão percebidos a médio e longo prazos.
     Simultaneamente à intervenção, o Comando Conjunto das Operações em Apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública, ativado desde julho de 2017, continuará operando em ações de Garantia da Lei e da Ordem. Essa vertente dos esforços federais e estaduais seguirá sendo notada mais de perto pelo cidadão, em especial a cada vez que for deflagrada uma operação empregando tropas federais.
     Por fim, o interventor destaca a necessidade da participação da sociedade fluminense nesse esforço conjunto. O processo demandará, de todos e de cada um, alguma parcela de sacrifício e de colaboração, em nome da paz social e da sensação de segurança almejadas.

Seção de Comunicação Social
Comando Militar do Leste
Tel. (21) 2159-5208
imprensa@cml.eb.mil.br


terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

EDITAL de Convocação para FUZILEIROS NAVAIS

PUBLICADO NO DOU nº 34 de 20 de fevereiro de 2018
MARINHA DO BRASIL
CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS
COMANDO DO PESSOAL DE FUZILEIROS NAVAIS

     Edital de convocação para o Concurso de Admissão às Turmas I e II/2019 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais. O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais (CPesFN), torna público que, no período de 1 a 30 de março de 2018, estarão abertas as inscrições para o concurso de admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN) para as Turmas I e II/2019.
Clique AQUI e veja o EDITAL COMPLETO

Dia Nacional de Combate às Drogas

DIRETORIA-GERAL DO PESSOAL DA MARINHA
SAÚDE NAVAL
     O perigo começa a rondar cada vez mais cedo e a prevenção também deve iniciar o quanto antes. O Brasil tem um dia inteiramente dedicado ao combate às drogas (20 de fevereiro). A data serve de alerta para todos, especialmente, adolescentes e seus familiares. Afinal, a maioria dos usuários é jovem e começa a usar drogas ainda na escola. Vale lembrar que o problema existe em todos os níveis sociais, nas grandes metrópoles e nas regiões mais afastadas. A porta de entrada costuma ser a bebida alcoólica, mas a variedade de substâncias é grande, tanto lícitas quanto ilícitas.
Acesse www.saudenaval.mar.mil.br e entenda mais sobre esse problema que afeta tantos jovens. Saiba como se prevenir e ajudar quem precisa.
Extrato do BONO Nº 149 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2018 
NOTA DO SAÚDE NAVAL
     As drogas são problemas que integram praticamente todas as sociedades contemporâneas, causando grandes impactos sociais e econômicos. No Brasil, as drogas ilícitas também financiam o crime e a violência, por isso, seu combate continua a ser um enorme desafio para o nosso país.
     Grande parte dos usuários é jovem e começa a usar essas substâncias ainda na escola, em idade cada vez mais prematura. A verdade é que, tanto nas grandes metrópoles quanto em regiões mais afastadas do território brasileiro, o consumo e o vício iniciam cada vez mais precocemente.
     Segundo o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), a adolescência é um período do desenvolvimento no qual tendem a ocorrer os primeiros episódios de uso de bebidas alcoólicas ou outras drogas.
     O VI Levantamento Nacional sobre o Consumo de Drogas Psicotrópicas, realizado com estudantes do ensino fundamental e médio das redes pública e privada de ensino em 27 capitais brasileiras, identificou que a maioria dos adolescentes que faz uso de bebidas alcoólicas relata motivos “sociais” como o principal motivo. Além disso, apontou diferentes motivações, como a busca pelo prazer, a diversão, a experimentação/curiosidade, a valorização social/pertencimento, o alívio do tédio, o relaxamento, bem como problemas pessoais.
     As drogas mais usadas pelos adolescentes, excetuando o álcool e o tabaco, pela ordem, foram: solventes, maconha, ansiolíticos, anfetamínicos, anticolinérgicos e bebidas energéticas. Também foram observadas algumas diferenças de gênero. Os meninos têm apresentado maior chance de uso de drogas ilegais, enquanto entre as meninas têm sido mais frequente o uso de medicamentos controlados sem receita médica. Na mesma pesquisa, alguns aspectos foram relatados pelos adolescentes como fatores que aumentam a vontade ou a intensidade do uso de drogas, sendo eles: tempo livre, companhias de amigos usuários, locais ou situações (festas) propícias, problemas pessoais (separação dos pais, morte), sentimentos negativos (raiva, solidão, ansiedade) e a própria dependência/rotina do uso.
     É importante enfatizar que, assim como os adolescentes usuários de drogas não são todos iguais, as drogas e sua diversidade de uso também não são, tornando o problema bastante complexo e controverso.
     Em todas as propostas de prevenção ao uso de drogas, o consenso é a conscientização, na família e na escola, permitindo ao usuário considerar uma série de fatores e ter condições de fazer escolhas.
     Dialogar, conhecer as amizades, observar comportamentos, acompanhar o desenvolvimento escolar e esclarecer sobre os perigos de sua utilização são alguns exemplos de atuação no âmbito familiar. Já orientar, por meio de palestras, depoimentos ou visitas de profissionais diretamente envolvidos no processo de prevenção às drogas e tratamentos, são ações que as escolas podem desenvolver.
     O tratamento da adição ou reabilitação do usuário requer uma abordagem complexa e multidisciplinar, que, antes de tudo, depende de vontade própria. Desintoxicar o dependente químico é apenas parte deste processo e visa, principalmente, reduzir os danos.
     Outro ponto em comum no tratamento é o seu acolhimento pelas pessoas que se importam com eles e que a eles importam (família, parentes, amigos, escola, religiosos), além do apoio médico, social e psicológico, muitas vezes, não restrito apenas ao indivíduo, mas também direcionado à família.
     As inúmeras recaídas, a baixa autoestima (tão comum ao adolescente), a disfunção familiar e as poucas políticas públicas voltadas ao assunto tornam o processo de recuperação longo e dificultoso, reduzindo em muito a efetividade do tratamento.
     Portanto, a prevenção é, sem dúvida, o melhor caminho!
Karina Branco
Primeiro-Tenente (RM2-S)
Conselho Editorial Saúde Naval

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Marinha do Brasil assina o contrato de transferência do HMS “Ocean”

Navio HMS “Ocean” 
Marinha do Brasil assina o contrato de transferência do HMS “Ocean”
      Na manhã do dia 19 de fevereiro, em Plymouth – Inglaterra, o Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante de Esquadra Luiz Henrique Caroli, representando a Marinha do Brasil, assinou o contrato de transferência do HMS “Ocean” junto às autoridades do Ministério da Defesa britânico.
Assinatura do contrato
     Tendo sido incorporado à Marinha Real (Royal Navy – RN) do Reino Unido em 1998, o HMS “Ocean” foi projetado para realizar operações anfíbias com helicópteros embarcados e com Tropas dos Royal Marines (Fuzileiros Navais britânicos), bem como para atender a missões de ajuda humanitária, como a ocorrida em setembro de 2017, quando aquele Navio assistiu às populações Caribenhas que foram flageladas pela passagem do furacão “Irma”.
     Na Marinha do Brasil, o HMS “Ocean” será empregado em operações aéreas com helicópteros, operações anfíbias com tropas de Fuzileiros Navais e missões de Controle de Área Marítima para proteção de nossas Linhas de Comunicações Marítimas, bem como conduzirá atividades de apoio logístico, de caráter humanitário, de auxílio a desastres naturais e de apoio a operações de manutenção da paz.
     A incorporação do HMS “Ocean” à MB será em 29 de junho de 2018, sendo que o processo de transferência do Navio tem previsão de ser concluído até o final do mês de julho, com chegada ao Brasil em agosto. Até lá, os tripulantes brasileiros realizarão cursos na RN, em empresas fabricantes dos equipamentos e intensivos treinamentos, além de que o Navio executará serviços de manutenção e docagem em estaleiro britânico, de modo a que seja recebido em suas melhores condições de material e de preparação de nosso pessoal.
     O HMS “Ocean” possui as seguintes características:
· Comprimento total: 203,43 m; 
· Deslocamento carregado: 21.578 t; 
· Velocidade máxima mantida (VMM) prevista em projeto: 18,0 nós;
· Raio de ação: 8.000 milhas náuticas;
· Acomodação para tropa: 806 Fuzileiros Navais; e
· Aeronaves embarcadas: 18 helicópteros.
     O Navio tem capacidade para operar simultaneamente até 7 aeronaves em seu convés de voo, podendo utilizar todos os tipos de helicópteros pertencentes aos Esquadrões da Marinha do Brasil, quais sejam: Seahawk (SH-16), Cougar (UH-15 A/B); Lynx (AH-11B), Esquilo (UH-12/13), Bell Jet Ranger III (IH-6B) e Super Puma (UH-14).

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Governo federal vai pedir mandados de busca e apreensão coletivos no Rio

Anuncio foi feito pelo presidente Temer e o governador Pezão Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo
Catarina Alencastro e Karla Gamba
Após a reunião de instalação do Conselho de Defesa e do Conselho da República para debater a intervenção federal no Rio com o presidente Michel Temer e os conselheiros, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, informou que o governo vai pedir à Justiça que possa expedir no estado mandados coletivos de busca e apreensão e de prisão. O objetivo, segundo ele, é conseguir cercar toda uma rua ou mesmo comunidade para capturar criminosos. Hoje, os mandados são restritos a uma casa específica. Jungmann alegou que os bandidos se movem e acabam escapando.
Jungmann reiterou várias vezes que a intervenção é civil, e não militar. E afirmou que o interventor, o general Walter Braga Netto, é militar, mas tem poderes administrativos apenas. Segundo ele, "não há carta branca" e nem caberá ao interventor "definir a movimentação das tropas". As ações permanecem sob comando do Ministério da Defesa, e Braga estará subordinado ao Estado Maior Conjunto das Forças Armadas e ao ministério.
— Não há nenhuma carta branca, nem carta negra, nem carta cinza. E esclareço que os militares não estarão substituindo o papel das polícias. Não vamos confundir a intervenção, que é um ato administrativo, com a ação militar, que é GLO (Garantia da Lei e da Ordem) — disse.
Jungmann também disse que embora Braga Netto precise de um tempo para fazer um diagnóstico da situação e a partir daí solicitar recursos ao governo federal, o Rio já tinha um plano de combate à violência em andamento. E que esse plano será agora "adaptado" à intervenção. Jungmann disse ainda que em determinado momento, o governo chegou a cogitar fazer uma intervenção mais ampla no Rio, abrangendo também a área econômica do governo. E que se fosse esse o caso, o interventor seria civil. Mas como a conclusão foi a de que a intervenção deveria ficar restrita à segurança pública então a decisão foi de nomear um interventor militar. A decisão de nomear um interventor militar também passou, segundo o ministro, pelo fato de o cargo contar tempo para a carreira militar.
Jungmann disse que a criação de um novo ministério, da Segurança Pública, deve acontecer nesta semana. O decisão foi anunciada por Temer, no Rio, no último sábado.
Fonte: extra.globo

Clube Carioca da Cachaça (CCC) ALTO PADRÃO

     No dia 17 de fevereiro 2018 (sábado), aconteceu o 20o Encontro Etílico do Clube Carioca da Cachaça (CCC), no segundo pavimento da Cachaçaria Mangue Seco, Rua do Lavradio 23, centro, RJ. Onde foi apresentada as Cachaças Rainha do Vale de Belo Vale/MG e Excelência, de Passa Quatro/MG.
     O evento aconteceu num clima muito agradável e descontraído! Contou com a presença de 52 pessoas que, livremente e a moda Self Service, degustaram das boas cachaças dos produtores convidados e outras da coleção do Clube Carioca da Cachaça.
     Por Oportuno, informar que o CCC fez parceria com duas cachaçarias uma no Rio e outra em Niterói, quem for associado portando a carteirinha tem descontos, veja:
- Loja Rei da Cachaça (antigo Tonel e Pinga) na Rua São João 194 Centro - Niterói descontos de 10% para pagamento em espécie e de 5% para pagamento em cartão.
- Loja Cachaçaria do Gaspar fica na entrada da Feira de Tradições Nordestinas (conhecida como Feira de São Cristóvão), primeiro corredor a esquerda em São Cristóvão - desconto de 10% para qualquer cachaça.
     Lembrando que para se tornar associado e gozar dessas prerrogativas é necessário frequentar pelo menos 5 reuniões, consecutivas ou não.
***O próximo encontro será no dia 10 de março, no mesmo local e horário.
Vamos que vamos!!!
 

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Temporal causa CAOS na Ilha do Governador

Sede do VERZUL F. A. onde nosso popular "Saco Mucho" está utilizando nas reuniões das sextas-feiras.
     O forte temporal que atingiu a Ilha do Governador na madrugada de ontem 15/FEV, causou muitos transtornos, principalmente na região do Moneró, onde moro. Mas, a Freguesia, Tauá, Cocotá, praia da bica e ETC, sofreram igualmente a falta de energia, internet e até sinal de celular...
     Mora na Ilha Gov. há 45 anos e nunca presenciei tamanha devastação!
Vejam as fotos feitas 32 horas depois e nada ainda foi feito em volta do Condomínio Alves Câmara e no Corredor Esportivo, ambos no Moneró.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

20º Encontro do Clube Carioca da Cachaça (CCC).

Convite para o  20º Encontro do Clube Carioca da Cachaça (CCC).
Foto no 19º Encontro
      Nota do Presidente:
     Amigos,
     No próximo dia 17 de fevereiro (sábado) a partir de 12 horas estaremos abrindo as portas para o nosso Encontro do Clube Carioca da Cachaça.
     Como sempre acontece, o local do nosso evento é a Cachaçaria Mangue Seco, rua do Lavradio 23 - Rio Antigo, só que desta vez será no segundo pavimento que é mais espaçoso.
     Teremos a honra de estar apresentando aos participantes as Cachaças Rainha do Vale de Belo Vale MG e a Excelência de Passa Quatro, também de MG.
     No evento você degusta cachaças dos produtores presentes e aquelas que o clube oferece, além disto, você ainda pode comprar as cachaças apresentadas, fazer novos amigos ou reencontra-los, sempre num clima bastante agradável.
     Contamos com sua presença e de seus amigos.
     Adesão para associados é de R$ 15,00 e os não associados, R$ 20,00.
     Lembrando que para ser associado você precisa ter comparecido ao mínimo de 5 encontros.
     Até lá...
     Diretoria do Clube Carioca da Cachaça.

     O SM estará presente... ADSUMUS!

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Recesso de Carnaval -FUI...

Foto - Carnaval 2012 em Saquarema/RJ (Bacaxá). Último Carnaval do saudoso Arcênio!
Se fantasie de amor
Pierrotize-se de paz
Deixe a paixão crescer mais
Desmascare-se do horror
Para onde você  for 
Não leve a senha do mal
No etc coisa e tal 
Respeite a outra metade
Aí você de verdade
Tá brincando carnaval

[Bebé de Natércio]

Bom Carnaval 2018...!
Agora, só quarta-feira de cinzas, se a maldita RESSACA deixar, será?!

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Encontro da Turma de FNs de 1987 do GptFNRG

     Encontro da Turma de Fuzileiros Navais de 1987 do GptFNRG.
Segue abaixo uma nota que recebi do Veterano Maffra.
     A nota:
     Em 04 de fevereiro, a Turma 1/1987 fez mais um encontro de seus FNs. O mesmo ocorreu no sítio do FN RM2, Costeira (no interior da cidade de Pelotas), e contou com a presença de vários combatentes que se formaram no GptFNRG em 1987.
     Alguns suboficiais estiveram presentes, tais quais, o Instrutor Ricardo, e os alunos (recrutas na época) Fábio (Japão), Albrecht e Júlio... Estiveram presentes ainda seus familiares. Os mesmos fizeram um churrasco, com direito a pista de Paint Ball (com alguns hematomas)... 
     Fui monitor de recrutas desta Turma, mas infelizmente não consegui participar deste evento.
     Bravo Zulu!