domingo, 23 de abril de 2017

Jerry Adriani morre aos 70 anos no Rio

Ídolo da Jovem Guarda, cantor estava internado no Rio. Em tratamento contra o câncer, ele também havia sido internado recentemente após sofrer uma trombose.
Por G1 23/04/2017 15h54
Jerry Adriani em foto de 29/10/2012 (Foto: Divulgação)

O cantor Jerry Adriani, ídolo da Jovem Guarda, morreu às 15h30 deste domingo (23), aos 70 anos, no Rio. Ele enfrentava um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.
A família confirmou a morte do artista ao G1, mas ainda não deu informações sobre horário e local do velório e do enterro. Recentemente, Jerry Adrini havia sofrido uma trombose em uma das pernas.
Ícone da Jovem Guarda, Jair Alves de Souza nasceu em 29 do janeiro de 1947, no bairro do Brás, em São Paulo.
Adotou o nome artístico de Jerry Adriani quando começou sua carreira como cantor, em 1964. O primeiro disco foi "Italianíssimo", quando cantava músicas em italiano, algo que seguiu fazendo em toda a carreira.
Em 1965, o cantor passou a gravar em português, com músicas reunidas no disco "Um grande amor".

Carreira na TV e no cinema
Também na década de 1960, Jerry virou apresentador do programa “Excelsior a Go Go”, da TV Excelsior. O programa coapresentado por Luiz Aguiar era um musical com apresentações de artistas como Os Vips, Os Incríveis e Cidinha Santos.
Outro programa musical que ele comandou foi "A grande parada", no ar pela TV Tupi em 1967 e 1968. Ele era um dos apresentadores ao lado de Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marilia Pera.
Além da TV, Jerry se aventurou pelo cinema. Ele cantou e atuou em “Essa gatinha a minha” (com Peri Ribeiro e Anik Malvil); “Jerry, A grande parada”; e “Jerry em busca do tesouro” (com Neyde Aparecida e os Pequenos Cantores da Guanabara).
Fonte: g1.globo.com

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Esclarecimentos Sobre Vacinação - Nota de BONO

CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA

     1)      Febre Amarela
O Centro Médico Assistencial da Marinha (CMAM) esclarece à Família Naval que, de acordo com a Nota Informativa Nº 94 da Coordenação Geral do Programa de Imunização, o Ministério da Saúde indica a DOSE ÚNICA da vacina da Febre Amarela em todo o país. Esta vacinação está disponível na Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória e na Policlínica Naval de Campo Grande, às quartas e quintas feiras, respectivamente. Devido a grande demanda e a pouca oferta de doses pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, no momento, a vacina está sendo realizada prioritariamente para os militares da ativa.
 2) Influenza
O CMAM, através da Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória, Policlínica Naval de Niterói, Policlínica Naval de Campo Grande e Ambulatório Naval da Penha, participará da 19ª Campanha de Vacinação contra a Influenza do Ministério da Saúde. Esta ocorrerá no período de 17ABR a 26MAI, com o Dia “D” em 13MAI. No período de 17 a 20ABR serão vacinados apenas os profissionais de saúde. De 24ABR a 26MAI a vacinação estará franqueada para os demais grupos.
A população alvo a ser vacinada é composta por: crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, puérperas, trabalhadores da área de saúde, idosos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos e professores. A vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações.
Maiores Informações: PNNSG: 2566-1246 PNCG: 2394-2602 ANP: 2126-6275 PNN: 2189-3192
Fique atento, pois quem lembra da vacina se protege da gripe!

Nota do BONO Nº 307 DE 20 DE ABRIL DE 2017

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Veteranos no 34º aniversário da DELMACAÉ

Foto da tripulação da DELMACAÉ com os VETERANOS
     No dia 17 de abril 2017, segunda-feira próxima passada, partiu uma comitiva da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais (AVCFN) e da Associação Esportiva Saco e Maca – AESM (o popular “Saco Mucho”), do Rio de Janeiro para a cidade de Macaé, composta de 13 Associados, a fim de participar do 34º aniversário da Delegacia da Capitania dos Portos naquela aconchegante cidade. Lá chegando por volta das 9 horas, fomos recepcionados pelo Delegado, Capitão de Fragata Marcelo Heitor Muniz dos Santos e o Ajudante, Capitão de Corveta Anderson Diogo Melo, quando fomos convidados para fazer uma foto juntamente com a tripulação da delegacia que já se encontrava formada.
     Às 9h15min foi celebrada uma missa, seguida da cerimônia alusiva ao aniversário.
     Às 11 horas fizemos uma visita às instalações da referida Delegacia, guiada pelo Comandante Diogo Melo, e, em seguida, fomos convidados para o almoço (churrasco por adesão), onde o Comandante Heitor usou da palavra, fez uma explanação sobre os feitos da Delegacia, prestou algumas homenagens, agradeceu a presença de todos, referenciou a comitiva dos Veteranos, e, por fim, o Veterano Lucena foi convidado a usar da palavra, agradeceu o convite, falou sobre o trabalho de divulgação da AVCFN do Oiapoque ao Chuí, e encerrou com troca de brindes.
     Mas, a missão não parou com o evento na DELMACAÉ, pernoitamos na cidade e no dia seguinte 18/ABR, visitamos o Veterano Comandante Paulo e sua esposa Zezé, na cidade de Silva Jardim, onde fomos recepcionados com um delicioso almoço a moda nordestina (bode guisado).  
     Vale registrar um agradecimento ao Delegado Comandante Heitor, Ao Ajudante Comandante Diogo Melo e toda tripulação da DELMACAÉ, pela cordialidade da recepção e a maneira cortês com a qual fomos trados.
     Parabéns mais uma vez para os Veteranos Fuzileiros Navais pelo comportamento exemplar peculiar da Família Naval.
     Assim continua o nosso trabalho de divulgação da Estimada Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais (AVCFN).
     BRAVO ZULU!

     VIVA A MARINHA!
Missa
Cerimônia
Visita as instalações
Veterano Lucena usando da palavra
Troca de brindes
Comandante Heitor partindo o bolo de aniversário
Descontraída foto após o almoço
Descontraído passeio pela orla de Macaé
Jantar num restaurante na orla de Macaé
Pousada Solar do Cavalheiros, onde ficamos hospedados
Visita ao Veterano Comandante Paulo

Exército entrega medalha de condecoração ao juiz Sérgio Moro

A Ordem do Mérito Militar, mais importante condecoração do Exército, foi entregue em cerimônia a cerca de 100 homenageados.
Por Renan Ramalho e Gustavo Aguiar, 
G1, Brasília 19/04/2017 11h36 
Juiz Sérgio Moro foi condecorado pelo Exército em cerimônia em Brasília (Foto: Gustavo Aguiar/G1)
Exército brasileiro entregou nesta quarta-feira (19) ao juiz Sérgio Moro a medalha da Ordem do Mérito Militar. O magistrado conduz, na primeira instância, em Curitiba, a Operação Lava Jato – cujos desdobramentos mais recentes implicaram diretamente oito ministros do governo Michel Temer.
A condecoração – a mais importante do Exército – foi entregue ainda a cerca de outros 100 homenageados.
O presidente Michel Temer participou do evento, que durou uma hora. Ele permaneceu sentado a maior parte do tempo.
A Ordem do Mérito Militar é uma condecoração dada a militares, cidadãos, organizações e instituições que tenham prestado relevantes serviços ao Exército brasileiro. Os nomes dos homenageados foram selecionados por uma comitiva liderada pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, Sérgio Etchegoyen. O aval final é do ministro da Defesa, Raul Jungmann.
Segundo os critérios de concessão do título disponível no site do Exército brasileiro, os homenageados devem “distinguir-se no âmbito da Força, ou entre os seus pares, pelo valor pessoal e pelo zelo profissional e ter prestado ao Exército ou à segurança nacional serviços de relevância, em qualquer domínio”.
Ao abrir o evento, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, chamou a atenção para a “coincidência de crises extensas e profundas” pelas quais atravessa o país. Destacou o “colapso da segurança pública”, “aguda crise moral, expressa em incontáveis escândalos de corrupção”, “ineficiência” e ausência de “um mínimo de disciplina social”.

“Este momento tão grave não pode servir a disputas paralisantes; pelo contrário, ele exige, do povo e de suas lideranças, a união de esforços que nos catalise o esforço de regeneração, para restabelecer a esperança e a confiança que nos permita identificar nossos objetivos comuns e reconstruir, a partir daí, o sentido de projeto de nação que nos legaram os heróis de Guararapes”, disse o general.
Fonte: g1.globo.com

sexta-feira, 14 de abril de 2017

II Encontro da Turma de 1971 do GptFNNa

     A nossa turma de Soldados Fuzileiros Navais de 1971, do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal – GptFNNa, foi duplamente privilegiada, vou explicar: o citado Grupamento funcionava na Base Naval de Natal – BNN, e, em março de 1971, foi transferido para o então Centro de Instrução Almirante Tamandaré – CIAT, localizado no bairro das Quintas, e, no mês seguinte, abril do mesmo ano, teve inicio o nosso Curso de Formação de Soldados – C-FSD, taí a razão da duplicidade do privilégio, pertencermos ao Glorioso Corpo de Fuzileiros Navais - CFN e sermos a primeira turma de SD-FN formada naquele quartel.
     O segundo encontro da turma aconteceu no dia 1 de ABR/2015, quarta-feira, exatamente no dia em que comemoramos 44 anos de Marinha, foi um evento simples, mas, de um significado extraordinário para nós que tivemos a honra de visitar o local onde iniciamos nossa carreira militar. O evento teve inicio com uma visita às instalações do Grupamento, onde o Comandante daquela Organização Militar, CF(FN) Alcinei, nos recebeu com uma fidalguia sem igual, após a recepção e fazermos uma foto para lembrar o evento, fomos conduzidos para uma palestra no auditório, onde o Comandante Alcinei desejou boas vindas e ressaltou a importância dos Veteranos na história do CFN, entendi que, na visão dele, fizemos e muito bem feito no passado para que o CFN alcançasse a Glória, a Honra e o sucesso de hoje, em seguida, o Chefe do Estado-Maior do 3ºDN, CF Josean (filho do então CB Pinheiro, um dos nossos instrutores que também esteve presente no evento), usou da palavra e destacou o espírito de corpo dos Fuzileiros Navais de ontem, de hoje e de sempre, e encerrou a palestra com o Oficial de Comunicação Social do DN, CF(T) Cleber, declamando um magnífico Poema `TRIBUTO AOS FUZILEIROS NAVAIS` de sua autoria. Após a palestra visitamos as instalações, apreciamos um mostruário com álbuns de fotografias históricas da Unidade e equipamentos atuais de combate, em seguida fomos convidados para uma confraternização, quando o Comandante Alcinei nos surpreendeu, passando às mãos do Veterano Lucena, um dos membros da comissão organizadora do evento, um belo quadro da fotografia que fizemos no inicio do evento. O Comandante Vamberto, que também foi praça de 1 de ABR/1971 do GptFNRe, agradeceu em nome da turma, foi cantado o tradicional Na Vanguarda e foi dada por encerrado a visitação.
     Além da presença das Autoridades acima citadas, da turma de 1971, dos nossos inesquecíveis instrutores, de Diretores e Veteranos da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais Seção Regional de Natal – AVCFN/SR/Na, tivemos também a honra da presença do Oficial de Iteligência do DN, CF Tomaz, futuro Comandante do GptFNNa.
     Por fim, encerramos nosso encontro com uma animada, alegre e descontraída confraternização na churrascaria Sal e Brasa em Capim Macio, Natal, RN.
      Agradecemos a todos que compareceram ao nosso evento, a comissão organizadora, aos que contribuíram de qualquer forma para o brilhantismo do evento, e, um agradecimento especial ao Comandante Alcinei pela recepção e cordialidade que sempre lhe foi peculiar.
     Por Lucio Lucena
     Diretor de Comunicação da AVCFN e Editor do blog.
    
     Viva a Marinha e o Glorioso CFN.
     TUDO PELA PÁTRIA.

     AD SUMUS!
Click nas fotos para ampliar!
Veterano Lucena recebendo o quadro do Comandante Alcinei